close

Copenhague – Dicas de turismo para quem vai viajar

copenhague
Copenhague – Foto por: thelocal.dk

Copenhague, a charmosa capital dinamarquesa reconhecida pela beleza, intensa cultura e alta qualidade de vida é um dos destinos preferidos dos turistas que desejam conhecer os países nórdicos.

Para programar um excelente roteiro, aproveitando ao máximo a viagem por esta cidade, confira nossas dicas.



Qual melhor época do ano para ir a Copenhague?

Não é novidade que esta cidade possui um encanto especial em cada época do ano, sendo que a opção sempre varia conforme o gosto dos viajantes.

Para quem busca temperaturas amenas ou dias mais quentes, o ideal é conhecer a cidade entre os meses de abril e agosto, quando é primavera e verão na Dinamarca.

Já para os turistas que fazem questão de curtir o charme dos dias de inverno, é interessante programar a viagem para os meses de maio a fevereiro, aproveitando quem sabe para passar um natal ou ano novo inesquecível na Europa.

Como se locomover pela cidade?

Graças à eficácia dos serviços de transporte na Europa, especialmente nos países nórdicos como Dinamarca, Suécia, Noruega etc., é possível se locomover de forma rápida e barata utilizando metrô, trem, ônibus e até mesmo de bicicleta (hábito comum dos europeus).



Vale frisar que Copenhague não conta com um Terminal Central (tal como estamos habituados no Brasil). As paradas de ônibus são realizadas em pontos espalhados pela cidade, sendo sempre necessário pedir informações.

Outro detalhe importante é que o valor das passagens é cobrado proporcionalmente à distância percorrida.

Passeios bate-volta saindo de Copenhague. Quais são os melhores?

Para aproveitar ao máximo a viagem pela capital da Dinamarca, nada melhor que saber quais são os melhores passeios bate-volta, conhecendo lindas cidades e magníficas atrações turísticas. Essas cidades são:

Helsingor

helsingor
Helsingor

Partindo de trem do centro de Copenhague, em apenas 1 hora é possível chegar à estação da cidade de Helsingor e visitar o belíssimo Castelo de Kronborg, um dos principais pontos turísticos da Dinamarca.

Além da bela arquitetura, este local é muito procurado em virtude de ele ter sido cenário das clássicas histórias do famoso dramaturgo e escritor Hamlet.

Malmo

malmo
Malmo

Consiste na terceira mais importante cidade da Suíça, estando a apenas 40 minutos de tem da capital dinamarquesa.



Durante a visita a Malmo, recomenda-se visitar o belo porto, passear algumas horas pela região histórica e almoçar ou jantar em um dos restaurantes situados em Lola Torg.

Hillerod

hillerod
Hillerod

Também situada a aproximadamente 1 hora de trem da capital da Dinamarca, essa cidade é famosa por abrigar o deslumbrante Castelo de Frederiksborg. Trata-se de um dos castelos mais bonitos da Europa, sendo parada obrigatória de quem visita Copenhague.

Dragor

dragor
Dragor

Situada a apenas 12km da capital dinamarquesa, essa cidade conserva a calmaria típica das cidades do interior, onde os turistas poderão caminhar com mais calma, ver e fotografar antigas construções e usufruir de ótimos restaurantes e cafés.

Quais comidas experimentar em Copenhague?

E por falar em comida, para que uma viagem seja inesquecível, é necessário experimentar deliciosos pratos e bebidas, usufruindo das características gastronômicas típicas de cada país.

Quando se trata da Dinamarca, as comidas mais indicadas são:

  • Pratos à base de peixes (especialmente salmão e arenque);
  • Smorrebrod, uma espécie de pão aberto servido no prato e acompanhado por peixes (salmão ou arenque), queijos, aspargos, pepino e molhos. Obs.: os acompanhamentos variam conforme gosto dos clientes;
  • O famoso hot-dog dinamarquês, onde as salsichas são maiores que o pão e geralmente são mais saborosas que as brasileiras. As coberturas e molhos costumam ser bem diferenciados.

Esses lanches são bem comuns nas lanchonetes de todo país, nos food trucks e nos mercados municipais;

  • Queijos;
  • Pães;
  • Ensopados de legumes (alguns também com carne);
  • Salames e embutidos em geral;
  • Cafés, cervejas e vinhos.

Em todos os locais, seja nos restaurantes mais luxuosos ou nos food trucks espalhados pelas ruas, é possível se alimentar muito bem na Dinamarca, especialmente na capital.

Além de alimentos saborosos e nutritivos, os dinamarqueses seguem à risca as normas de higiene.

O que fazer além de visitar os pontos turísticos?

Por se tratar de uma cidade com cultura tão diferente do Brasil, ao conhecer Copenhague é muito interessante reservar um tempo para simplesmente observar o cotidiano das pessoas e como é a cidade fora da badalação típica dos pontos turísticos.

Isso enriquece ainda mais a experiência da viagem e aumenta até mesmo as chances de fazer novas amizades.

E quais são os principais pontos turísticos de Copenhague?

  • Castelo de Rosenborg;
  • Museu Nacional da Dinamarca;
  • Jardins de Tivoli;
  • Palácio de Christianborg;
  • Igreja de Mármore;
  • Rua Nyhavn (um dos principais cartões postais da Dinamarca);
  • Igreja Grundtvig;
  • Bairro de Stroget;
  • Gliptoteca Ny Carlsberg;
  • Igreja de Nosso Salvador;
  • Copenhague City Hall (prédio);
  • Rundetaan (Deck e torre de observação);
  • Jardim Botânico;
  • Palácio de Amalienborg;
  • Edifício da Prefeitura.

O que comprar na Dinamarca?

Obviamente, ao fazer uma viagem à capital de um dos países mais desenvolvidos do mundo, é natural que os viajantes queiram saber o que trazer na mala. Os itens mais recomendados pelos turistas que já foram à capital da Dinamarca, são:

  • Itens de uso doméstico como canecas, peças de decoração (pequenas), copos especiais para cervejas, pratos, jogos de copo ou taça. Obs.: recomenda-se levar na mala embalagens seguras para envolver esses itens, tais como plástico bolha e não exagerar na compra, evitando excesso de peso;
  • Bebidas (especialmente vinhos e cervejas);
  • Doces em geral, incluindo geleias e doces em conserva;
  • Salames, embutidos em geral e queijos;
  • Itens de papelaria, tais como bloquinhos de anotações, cadernos, canetas etc.;
  • Roupas, calçados e acessórios de inverno;
  • Temperos especiais (próprios do norte da Europa);
  • Produtos têxteis como mantas, lençóis, toalhas de banho etc.;
  • Cosméticos;
  • Produtos de higiene pessoal;
  • Itens de perfumaria;
  • Imãs de geladeira;
  • Brinquedos (especialmente bichinhos de pelúcia).

Por mais que o orçamento esteja apertado, vale a pena priorizar alguns itens dessa lista e trazer produtos da Dinamarca, já que a qualidade e beleza deles é imbatível.

Com todas essas dicas, conhecer os encantos de Copenhague fica muito mais fácil, garantindo uma viagem fabulosa a uma das melhores cidades para se viver em todo mundo.

Fotos por:
booking.com
youtube.com
dallasguy.blogspot.com.br
br.pinterest.com